Sobre automutilação e suicídio

Se você ou alguém que você conhece estiver em risco de automutilação ou suicídio, procure ajuda o mais rápido possível entrando em contato com agências especializadas em intervenção de crise e prevenção do suicídio. Além disso, alerte a equipe dedicada a lidar com ameaças de automutilação ou suicídio se você encontrar tais ameaças no Twitter.

Abordagem do Twitter para ameaças de automutilação e suicídio

Depois de avaliarmos uma denúncia de automutilação ou suicídio, o Twitter entrará em contato com o usuário denunciado e avisará a ele que alguém que se preocupa com ele identificou que ele pode estar em risco. Vamos fornecer ao usuário denunciado recursos online e de hotline disponíveis e incentivá-lo a procurar ajuda.

Reconheça os sinais

Julgar o comportamento com base em publicações online por si só é um desafio, mas há sinais de alerta em potencial ou indicadores de automutilação ou suicídio. Faça a si mesmo as perguntas a seguir para ajudar a avaliar se outro usuário está apresentando comportamento suicida:

  • Essa pessoa publica conteúdo sobre depressão ou sentimentos de desespero?
  • Essa pessoa publicando comentários sobre morte ou sentimentos de que a morte é a única opção?
  • Ele está publicando comentários sobre ter tentado suicídio no passado?
  • Ele está descrevendo ou publicando fotos de automutilação ou se identificando como suicida?
  • O humor dele e o conteúdo de suas mensagens mudaram recentemente?

Se você já avaliou a situação e conhece a pessoa envolvida, incentive-a a procurar ajuda profissional. Se, por outro lado, você não conhece a pessoa envolvida, ainda pode contatá-la para expressar sua preocupação ou encaminhá-la a um conselheiro, uma hotline de suicídio ou alguém que possa conhecê-la melhor. Se você não se sentir à vontade para falar com a pessoa por conta própria ou não sabe como falar com ele, alerte o Twitter.

Como lidar com pensamentos de automutilação ou suicídio

Se você está tendo pensamentos de automutilação, suicídio ou depressão, fale com alguém e peça ajuda. Você pode contatar esses recursos por uma variedade de razões, incluindo depressão, solidão, abuso de substâncias, doença, problemas de relacionamento e econômicos.

A depressão tem uma variedade de sintomas e afeta milhões de adultos anualmente. Os sintomas mais comuns incluem tristeza, perda de interesse em atividades, mudanças nos padrões de apetite e sono, perda de energia, dificuldade de raciocínio e, possivelmente, pensamentos suicidas. Você pode apresentar esses tipos de comportamentos ou eles podem ser mais sutis. De qualquer maneira, não os ignore.

Se você quiser a ajuda de profissionais confiáveis, há muitos recursos online que podem ser úteis.

Marcar como favorito ou compartilhar este artigo

Este artigo foi útil?

Agradecemos por enviar sua opinião. Estamos felizes em poder ajudar!

Agradecemos por enviar sua opinião. Como podemos melhorar este artigo?

Agradecemos por enviar sua opinião. Seus comentários vão nos ajudar a melhorar nossos artigos no futuro.