Abordagem de elaboração de políticas e filosofia de medidas corretivas do Twitter

O Twitter preocupa-se com as conversas reais que estão acontecendo no mundo e que, algumas vezes, contêm pontos de vista possivelmente ofensivos, controversos e/ou intolerantes para outras pessoas. Acolhemos cordialmente todos aqueles que se expressam em nosso serviço, mas não toleramos comportamentos que perturbem, ameacem ou usem intimidação para silenciar a opinião alheia.

As Regras do Twitter estão em vigor para ajudar todos a se sentirem seguros para expressar suas opiniões e nos esforçamos para aplicá-las com consistência invariável. Saiba mais sobre as diferentes medidas corretivas.

Processo de elaboração de políticas do Twitter

A elaboração de uma nova política ou a alteração de uma política requer pesquisas detalhadas sobre tendências no comportamento online, o desenvolvimento de uma linguagem externa clara para definir expectativas quanto ao que é permitido e a criação de orientações para examinadores que possam ser dimensionadas para milhões de Tweets.

Ao elaborar uma linguagem sobre política, coletamos feedback de uma variedade de equipes internas, bem como do Conselho Trust & Safety do Twitter. É imprescindível considerar pontos de vista globais em torno da natureza variável do discurso online, como saber de que forma as regras do Twitter são aplicadas e interpretadas em diferentes contextos culturais e sociais. Por fim, treinamos nossas equipes de análise globais, atualizamos as Regras do Twitter e começamos a impor a nova política.

A filosofia de medidas corretivas do Twitter

Permitimos que as pessoas vejam todos os lados de uma questão e damos incentivo para que opiniões e pontos de vista discordantes sejam discutidos abertamente. Essa postura possibilita a existência de várias formas de discurso na plataforma do Twitter e promove particularmente o contradiscurso: o discurso que apresenta fatos para corrigir falsas declarações ou erros de percepção, evidencia hipocrisias ou contradições, adverte sobre as consequências offline ou online, denuncia discursos abomináveis ou perigosos ou ajuda a mudar opiniões.

Por isso, o contexto é importante. Ao determinar se é necessário ou não tomar uma medida corretiva, podemos considerar inúmeros fatores, como se:

  • o comportamento é direcionado a um indivíduo, grupo ou categoria protegida de pessoas;
  • a denúncia foi registrada pela vítima do abuso/assédio ou por um espectador;
  • o usuário já é conhecido por violar as políticas do Twitter;
  • a violação é grave;
  • o conteúdo pode ser tema de interesse público legítimo.


O comportamento é direcionado a um indivíduo ou grupo de pessoas?

Para encontrar um equilíbrio satisfatório entre permitir que opiniões diferentes sejam expressas na plataforma e proteger os usuários, impomos as políticas do Twitter quando alguém denuncia um comportamento abusivo direcionado a uma pessoa ou a um grupo específico de pessoas. Esse direcionamento pode ocorrer de inúmeras maneiras (por exemplo, @menções, marcação de fotos, menções ao nome etc.).


A denúncia foi registrada pela vítima do possível abuso ou por um espectador?

Alguns Tweets podem parecer abusivos quando vistos de forma isolada, mas podem não transmitir a mesma impressão no contexto de uma conversa mais abrangente ou do relacionamento entre as pessoas na plataforma. Por exemplo, uma provocação amigável entre amigos pode parecer ofensiva para um espectador, e determinadas observações aceitáveis em uma cultura ou país podem ser inaceitáveis em outro. Para ajudar a evitar que nossas equipes cometam um erro e removam interações consensuais em determinadas situações, exigimos uma denúncia da vítima (ou de seu representante autorizado) antes de tomar alguma medida corretiva.


O usuário já é conhecido por violar as políticas do Twitter?

Partimos da premissa de que as pessoas não têm intenção de violar as Regras do Twitter. A menos que a violação seja muito grave e nos force a suspender imediatamente uma conta, primeiro tentamos informar as pessoas a respeito das Regras do Twitter e dar a elas a oportunidade de corrigir seu comportamento. Mostramos ao violador o Tweet ofensivo, explicamos qual regra foi violada e exigimos que ele exclua o conteúdo para que possa tweetar novamente. Se alguém violar repetidamente as Regras do Twitter, nossas medidas corretivas serão ainda mais rigorosas. Isso significa exigir que os violadores excluam os Tweets e tomar outras medidas, como verificar a propriedade da conta e/ou restringir temporariamente a possibilidade de tweetar durante um período definido. Se alguém continuar a violar as referidas regras além desse ponto, a conta dessa pessoa será suspensa permanentemente.


Qual é a gravidade da violação?

Determinados tipos de comportamento podem apresentar sérios riscos à segurança e proteção e/ou resultar em dificuldades físicas, emocionais e financeiras para as pessoas envolvidas. Essas violações graves contra as Regras do Twitter, como publicar ameaças violentas, mídias íntimas não consensuais ou conteúdo que explore crianças sexualmente, resultam na suspensão imediata e permanente de uma conta. Outras violações podem abrir espaço para uma série de medidas diferentes, como exigir que alguém exclua um Tweet ofensivo e/ou restringir temporariamente a possibilidade de publicar novos Tweets.


O comportamento é digno de ser noticiado e de interesse público?

O Twitter acompanha a velocidade do reconhecimento público, e as pessoas recorrem ao serviço para se informarem sobre seus interesses. O contato com diferentes pontos de vista pode ajudar as pessoas a aprenderem umas com as outras, serem mais tolerantes e tomarem decisões sobre o tipo de sociedade na qual desejamos viver.

Para ajudar a garantir que as pessoas tenham a oportunidade de ver todos os lados de uma questão, pode haver ocasiões raras em que permitimos que um conteúdo ou comportamento controverso, que de outra forma violaria as Regras do Twitter, permaneça em nosso serviço porque acreditamos que exista um interesse público legítimo em sua disponibilidade. Cada situação é avaliada caso a caso e por fim decidida por uma equipe interfuncional.

Alguns fatores que ajudam a fundamentar nossas decisões são o impacto que algo pode ter sobre o público, a fonte do conteúdo e a disponibilidade de uma cobertura alternativa de um evento.

Impacto público do conteúdo: um assunto de interesse público legítimo é diferente de um assunto sobre o qual o público tem curiosidade. Avaliaremos qual é o impacto para os cidadãos quando eles não tiverem conhecimento sobre o conteúdo em questão. Se o Tweet não tiver potencial para afetar a vida de um grande número de pessoas ou a administração de um país e/ou se ele abordar uma questão social importante, nesse caso podemos permitir que o conteúdo permaneça no serviço. Do mesmo modo, se o impacto sobre o público for mínimo, é mais provável que o conteúdo que esteja violando as políticas do Twitter seja removido.

Fonte do conteúdo: algumas pessoas, grupos, organizações e o conteúdo publicado no Twitter podem ser considerados um assunto de interesse público legítimo por serem de reconhecimento público. Isso não significa que os respectivos Tweets sempre permanecerão no serviço. Na verdade, nesse caso consideramos se existe um interesse público legítimo para que determinado Tweet seja mantido e discutido abertamente.

Disponibilidade da abrangência: todos os dias, as pessoas desempenham um papel essencial ao fornecer relatos de primeira mão sobre o que está ocorrendo no mundo e contrapontos para estabelecer pontos de vista e, em alguns casos, expor o abuso/assédio de poder por parte de alguém em posição de autoridade. Enquanto a situação se desenrola, remover o acesso a determinadas informações poderia inadvertidamente ocultar o conteúdo e/ou impedir as pessoas de verem todos os lados da questão. Por isso, antes de tomar medidas contra um Tweet, consideramos o papel que ele desempenha no sentido de mostrar toda a história e se o conteúdo pode ser encontrado em outro lugar.

Marcar como favorito ou compartilhar este artigo

Este artigo foi útil?

Agradecemos por enviar sua opinião. Estamos felizes em poder ajudar!

Agradecemos por enviar sua opinião. Como podemos melhorar este artigo?

Agradecemos por enviar sua opinião. Seus comentários vão nos ajudar a melhorar nossos artigos no futuro.