Informações pessoais e anúncios no Twitter

Recentemente descobrimos que, quando você forneceu um endereço de e-mail ou número de telefone para fins de segurança (por exemplo, autenticação em duas etapas), é possível que esses dados tenham sido usados inadvertidamente para publicidade, especificamente nas audiências personalizadas e no sistema de publicidade de audiências de parceiros. 

As audiências personalizadas são uma versão de um produto padrão do setor que permite que os anunciantes segmentem anúncios para os clientes com base em suas listas de marketing (por exemplo, endereços de e-mail ou números de telefone que compilaram). Com as audiências de parceiros, os anunciantes podem usar as mesmas funções das audiências personalizadas para segmentar anúncios para audiências fornecidas por parceiros terceirizados. Quando um anunciante carregou sua lista de marketing, é possível que tenhamos correspondido pessoas no Twitter a essa lista com base no e-mail ou número de telefone que o titular da conta do Twitter forneceu para fins de segurança. Cometemos um erro e pedimos desculpas.

Não podemos afirmar com certeza quantas pessoas foram afetadas. Entretanto, para sermos transparentes, gostaríamos de informar todos os usuários. Não foram compartilhados dados pessoais externamente com nossos parceiros nem com nenhum outro terceiro. Desde 17 de setembro, resolvemos o problema que causava esse erro e deixamos de usar números de telefone ou endereços de e-mail coletados para fins de segurança para fazer publicidade. 

Sentimos muito e estamos tomando providências para não cometermos outros erros como esse. Se tiver dúvidas, preencha este formulário para entrar em contato com o Escritório de Proteção de Dados do Twitter.